sexta-feira, 1 de junho de 2012

Um passeio por Veneza e um pedido de desculpas

Começo esse post pedindo desculpas pela minha ausência, mas, como a maioria de vocês já sabe, eu estou no Brasil. Retornei por motivo de visto. Devo ficar por aqui mais um tempinho para resolver todas as questões consulares e, tão logo, quando toda a papelada estiver certinha, devo retornar para a minha aventura longe do Brasil. Como esse blog tem o intuito de noticiar o que vivo longe do Brasil não há razão em continuar com os posts enquanto eu permanecer por aqui, mas prometo que, assim que eu viajar, continuo mantendo vocês informados através do blog, que é, sem dúvida, um grande passatempo pra mim! Bom, esclarecimentos feitos, vou postar aqui as fotos da última viagem que fizemos antes de retornar ao Brasil. No dia 26 de março fomos, eu e o Frank e meus pais para Veneza. Eu fiquei uma noite lá com os meus pais, porque o meu voo para o Brasil saia no dia 27, de Veneza. O Frank retornou para a Eslovênia e meus pais permaneceram em Veneza até o dia 29, quando, então, seguiram viagem para Lisboa. Veneza sempre dividiu opiniões. Já vi gente falar que é o lugar mais lindo no mundo, ja vi gente falar que não voltaria lá em hipótese alguma. Eu acho ambas as opiniões exageradas! Eu fico no grupo dos que gostaram de conhecer Veneza, por ser um lugar muito interessante e diferente, mas não é um lugar que eu tenho vontade de voltar. Quem quer conhecer Veneza tem que estar preparado para enfrentar longas caminhadas em ruas estreitas e claustrofóbicas. Isso sem falar na quantidade de pessoas pelas ruas! Fomos na época em que é considerada baixa temporada e mal dava para circular em paz. Fico imaginando o que não deve ser na alta temporada. Um caos! hahahahahahaha. Que fique claro que eu não quero desanimar ninguém a visitar Veneza, só pra constar. hahahahahahahaha. Bom gente, eu acho que é isso! Eu volto quando tiver novidades. Agora a única saudade que sinto é do meu maridinho, que ficou na Eslovênia. Ai, ai. Sempre com dois corações! Viver longe é assim. Um super beijo, diretamente do Brasil.

Eu e o Frank, indo de Mestre, onde era o nosso hotel, para Veneza. Mestre fica a uns 5 minutinhos de Veneza. Perto do nosso hotel passava ônibus de 10 em 10 minutos para Veneza.

Frank, muito prestativo e educado, ajudando a turista a carregar a mala dela na primeira ponte de Veneza.

Pai e mãe na primeira ponte que se atravessa para chegar em Veneza.

Eu e o meu amor curtindo a cidade "romântica".

Os estreitos canais por todos os lados.

Com o pai e a mãe, na Praça de São Marcos. Pensa num aglomerado de gente, multiplica por cinco.

A Praça de São Marcos, que abriga a Basílica de São Marcos, o Palácio Ducal de Veneza e o Campanário da Basília. Lindíssimas construções.

Pai e Mãe e ao fundo a Ponte dos Suspiros. Essa é uma das famosas pontes de Veneza e fica pertinho da Praça de São Marcos. À esquerda está o Palácio Ducal e à direita a "Prigioni Nove". Dizem que esse é o primeiro edifício, no mundo, construído para ser uma prisão. A ponte se chama "Ponte dos Suspiros" porque existe uma história de que, quando os prisioneiros atravessavam essa ponte, suspiravam ao ver, pela  última vez, o mundo externo.

Esse é o Coca-Cola, fazendo jus ao seu nome! Ursinho que eu ganhei do meu marido lindo, que virou um grande companheiro de aventuras. 

Essa é a vista de cima da Ponte do Rialto. Por anos ela foi a única ligação entre as margens do grande canal de Veneza.

A Ponte do Rialto, construída em 1588/1589.

Lindinhos em Veneza. 

Até a próxima aventura!! :)

2 comentários:

Emanuela SJ disse...

Lindas fts Prisila, ameiiiii.

Priscila Vicente disse...

Obrigada Emanuela!
Veneza ficava pertinho da cidade que eu morava antes aqui na Eslovênia.
Dava em torno de uma hora, de carro.

Postar um comentário

 
© Copyright 2035 Vivendo longe do Brasil
Theme by Yusuf Fikri